NOSSA LUTA

sexta-feira, 13 de março de 2015

O QUE ACONTECE COM O JUDICIÁRIO NO BRASIL, NAS QUESTÕES DE FAMÍLIA? PORQUE OS ADVOGADOS DA DEFENSORIA PUBLICA SÃO TODOS UNS AUSENTES?



Eu já estou saturada, com o descaso da justiça brasileira, ante aos casos das varas de família.
Somos deixados de lado com as nossas dores, nosso psicológico em frangalhos e nossos filhos a cada dia mais alienados.
Pasmem, observem o os prints do whatzApp, entre eu e minha defensora pública, percebam voces que nem resposta a criatura me dá?
A última vez que falei com ela, a dita foi tão grossa, que eu perdi a vontade até que questiona-la, acreditem se quiser, mas eu não li a petição que a dita fez, não me enviou a cópia conforme insisti diversas vezes, não me forneceu o fone de seu escritório e sim de um celular inacessível e de sua casa que ela pode escolher me atender ou não.
Não sei a quantas anda o meu processo.
Eu me recordo que pedi apenas uma liminar para o cumprimento de medida judicial proferida.
O genitor de minha filha está me proibindo de ver , estar ou falar com a minha filha a exatos 260 dias.
Já denunciei no Disk 100.
Já fiz B.O.
Já denunciei no MP.
E NADA, é como falar para as paredes.
Continuo sem saber noticias de minha filha.
O genitor faz o que quer, e desrespeita a decisão judicial.
A justiça nada faz.
Os dias vão passando e mãe e filha se distanciando.
Se você mata um desgraçado deste vai presa.
Se você denuncia um advogado de merda desses você é destemperada.
Se você Leva MP e Magistrados à CORREGEDORIA, és Louca.
Se vai fazer um "barraco" no condomínio onde minha filha mora, és sem classe.
Se vai até a Escola , numa tentativa  de ao menos ver sua filha, és Sem Noção.
Se não dorme e chora o tempo todo, és depressiva.
Se vai falar com a imprensa, és sensacionalista.
Se mandas todos eles, judiciário, advogados, conselheiros tutelares, psicólogos, TODOS A PQP, és desequilibrada.
Se mantém um BLOG, para contar suas desgraças, quer aparecer.
Puta que pariu, não sei mais o que fazer.
Que paizinho de Mierda este nosso hem?
Pois é filha, mais do que eu tenho feito para estar perto de você, é impossível, viu?
O que nós resta é esperar o senhor do tempo, cujo nome é o senhor destino.



2 comentários:

Anônimo disse...

Isto não acontece só com você, sou avó, fui mais presente na vida da minha neta e a justiça, quer dizer, a injustiça do nosso país, assina embaixo de todas s mentiras contadas pela minha filha e companheiro. Até a ajuda do conselho tutelar ela teve, para que as "comissárias" de merda, falassem mentiras sobre mim. Estou na mesma condição em que você se propõe, NAO VOU ME CALAR., IREI ÀS TELEVISÕES, onde me receberem, já começarei a agir. Não desanime e boa sorte.

Cecília Tieppo Dias disse...

Olá, Mahgaroh, meu nome é Cecília. Sou mãe de 2 meninos (um de 6 anos e outro de 10 meses) e tenho um enteado de 3 anos e 5 meses. Meu marido, William, luta na justiça desde o nascimento até hoje pelo direito de ver e conviver com seu filho, mas a mãe do menino não deixa. Ele tem 2 liminares que lhe dão este direito, mas a mãe se nega, nem com o apoio da Polícia Militar ele consegue ver seu filho. Montamos um site onde contamos toda a história e com isso tentamos levar nosso caso ao conhecimento de todos, incluindo da mídia. Nosso site é www.direitodeserpai.com.br. Precisamos unir forças para fazer valer nossos direitos, dê uma olhadinha no site, quem sabe podemos nos unir e nos ajudar! Um abraço e boa sorte! Cecília