NOSSA LUTA

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Às vezes, as crianças afirmam que não desejam ver seu genitor ausente - seja o pai ou a mãe -


Mas essa afirmação deve ser encarada com alguma desconfiança (Johnston et al., 2001, 2005). Deve-se ter especial preocupação quando o genitor ausente havia tido um bom relacionamento com seus filhos no passado, e após a separação do casal e da acrimônia e implacável hostilidade que passam a existir, as crianças não desejarem contato com o ele. Isso tem conseqüências prejudiciais tanto a curto quanto a longo prazo. (Caplan, 2004; Baker, 2005).
Estou a 04 anos, fazendo essas denuncias a promotora do nosso caso...mas sempre ouvidou de minhas denúncias,...hoje a minha filha já está ALIENADA totalmente!
E quem pagará por isso?
A promotora negligente?
O genitor psicopata?
QUEM???

Um comentário:

mahgaroh disse...

FILHA MEU AMOR, QUE ESTÁ CUIDANDO DE SUA DOR?
QUEM ESTÁ CUIDANDO DE SUA SOLIDÃO E ISOLAMENTO?
QUAL DOS SEUS ALIENADORES, ESTÁ PENSANDO EM SEU CORAÇÃO?
EM SEUS SENTIMENTOS?
NEM A JUSTIÇA E NEM ELES...
QUEM SE PREOCUPA VERDADEIRAMENTE COM SEUS SENTIMENTOS, SOU EU, A SUA MÃE!!!
TE AMO FILHA, E JAMAIS DESISTIREI DE VOCE!!!
CREIA NISSO MEU AMOR!!!